Tungcast#085: Jornalismo brasileiro (parte 1)

 

Baixe em mp3 (39MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

00:00 – Apresentando nosso convidado Fabio Silvestre Cardoso, jornalista, professor de jornalismo da Anhembi Morumbi e colaborador de diversos veículos, como Dicta&Contradicta, Rascunho e Rio Bravo.
03:30 – O papel do jornalismo e o dever de informar e criar debates na sociedade.
07:30 – Existe imparcialidade no jornalismo? “O jornal é fruto de uma partidarização, tendo uma agenda econômica mais próxima do PSDB, e uma agenda cultural mais prôxima do PT.”
13:00 – Por que nossa imprensa não possui a tradição de pregar voto e ter uma linha editorial mais clara? Os exemplos do Estadão com Serra em 2010 e da Carta Capital agora com Dilma.
15:00 – Os perigos do jornalismo declaratório, a importância de uma apuração rigorosa e a diferença entre o colunismo e a reportagem.
19:40 – Exemplos de bom jornalismo lá fora, segundo Fabio Silvestre: New Yorker, The New York Times, El País, Der Spiegel, Le Monde, Vice e The Economist. No Brasil: Piauí e Rolling Stone, que são culturais, mas fazem grandes reportagens políticas.
23:30 – O jornalismo cultural foi pulverizado pela internet? A experiência da Ilustrada (Folha) nos anos 80 e 90 e os jornais de hoje presos a efemérides, press releases e polêmicas dos medalhões da MPB.
31:40 – Os passaralhos (demissões em massa) em grandes redações e a crise nos grupos de mídia no Brasil e no mundo. “Faltam pessoas para fazer o mesmo trabalho de antes. O excesso de carga de trabalho afeta o conteúdo.”
36:40 – O “Jornalismo Google” e o “Jornalismo Instagram” estão transformando o jornalismo em entretenimento?
38:10 – Encerramento: a histórica reportagem/perfil da Piauí com Ricardo Teixeira, que derrubou o velho dirigente da CBF depois de 23 anos.

One Response to “Tungcast#085: Jornalismo brasileiro (parte 1)”

  1. iago barros disse:

    Tai q nunca imaginei esse tema por aqui.rsrs
    Ja ouvi as duas partes e, achei bastante enriquecedor politicamente falando e no sentido de entender o que essa classe chamada jornalista faz e como faz…

    abs