Tungcast#083: Discos de 1994 (vol.2)

Segundo post da série especial sobre os discos que completam 20 anos, seguimos falando de cenário punk, metal e do rock nacional. Os destaques desta edição são: Green Day, Pantera, Beastie Boys, Barão Vermelho, Raimundos e Chico Science & Nação Zumbi.

 

Baixe em mp3 (58MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

Introdução: “Smash It Up”, do Offspring (do disco Smash)

Menções e remissões: Severino (Paralamas do Sucesso), Coma Rage (Viper), Experimental Jet Set, Trash and No Star (Sonic Youth), Korn (Korn), Portrait of an American Family (Marilyn Manson), Motley Crue (Motley Crue)


Green Day – Dookie
Muitos pensavam que o herdeiro natural do punk era o grunge, mas a morte de Kurt Cobain e esse terceiro disco do Green Day mostraram que o gênero seria revigorado de outra forma, com um som um pouco mais produzido, melódico e pop do que o velho punk e mais animado do que o grunge.
música ► “Welcome To Paradise
___________________________________________


Pantera – Far Beyond Driven
Disco que marca o início das tensões dentro da banda, mas ainda soando poderoso (extremo, em alguns momentos) e flertando mais com o hardcore. As rachaduras começam a aparecer durante a turnê, onde Phil Anselmo reclamava de dores nas costas, tinha crises de estrelismo e bebia descontroladamente.
música ► “Use My Third Arm
___________________________________________


Beastie Boys – Ill Communication
Quarto álbum do trio, seguindo pelo mesmo estilo caótico, de misturar rock e punk com hip-hop. Muito aclamado pela critica, e puxado pelo single Sabotage, foi eleito um dos grandes álbuns da década pela crítica especializada.
música ► “Sabrosa
___________________________________________


Chico Science & Nação Zumbi – Da Lama Ao Caos
Disco lançado pelo selo Caos (da Sony), produzido por Liminha, representava a chegada do mangue-beat ao cenário nacional e se tornou um marco do gênero. Muito groove, muitas guitarras e o carisma do Chico Science ajudaram a alavancar a banda e o movimento, tirando a atenção do mainstream do eixo Rio-São Paulo-Brasília.
música ► “Banditismo por uma questão de classe
___________________________________________


Barão Vermelho – Carne Crua
Último disco com pegada rock n’ roll deles, enfocando bastante as mazelas sociais que o Brasil vivia naquela época. Puxado pelos singles “Meus Bons Amigos” e “Daqui Por Diante”, recebeu boa acolhida do público, mas decepcionou nas vendas.
música ► “Não me fuja pelas mãos
___________________________________________


Raimundos – Raimundos
Disco de estreia da banda, lançando pelo selo Banguela, dos Titãs (bancado pela Warner) e tendo Miranda como diretor artístico. Mistura caótica de metal, punk, forró e hardcore, trazendo tamáticas cheias de humor, sarcasmo e piadas politicamente incorretas, que fariam as patrulhas de hoje gemerem de dor.
música ► “Cintura Fina

Ouça a série completa: Discos que completam 20 anos

Comments are closed.