Tungcast#074: Black Sabbath (vol.2) – 1980-2013

Segundo volume do especial sobre os fundadores do heavy metal. Neste programa debatemos a decadência da banda nos anos 80 (depois da saída de Dio), seu inusitado renascimento nos anos 90, as várias tentativas frustradas de reuniões e as polêmicas com Sharon Osbourne.

 

Baixe em mp3 (54MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

00:00 – Abertura: “Mob Rules”
02:00 – A entrada de Ronnie James Dio revitalizou o som da banda, mas durou pouco. Em 1983, depois de uma noite ébria, Ian Gillan entra no Sabbath e grava Born Again, que hoje soa datado.
07:00 – O metal-pastiche dos anos 80: o sacrifício de anões no palco, a fama de “mau”, os vocais gritados e o palco Stonehenge, que virou piada no filme Spinal Tap (ouça trecho de “Zero The Hero”)
11:00 – Depois de uns anos parado, em 1986 Iommi traz Glenn Hughes para gravar Seventh Star, mas essa formação não dura muito devido ao vício de Hughes. Depois de alguns vocalistas provisórios, Tony Martin chega em 1987 e o Sabbath se torna uma banda de segundo escalão.
15:00 – Nos anos 80, Ozzy se torna maior do que sua ex-banda. O Sabbath perdeu o bonde da história? Faltou uma Sharon para administrar a carreira da banda? Ou só faltou gravar discos melhores? (ouça “Headless Cross”)
27:00 – O ressurgimento do Sabbath nos anos 90 como banda clássica, sendo citada sistematicamente como a maior influência das bandas grunge, como Nirvana, Alice In Chains e principalmente Soundgarden.
30:30 – A reunião da formação clássica em 1997-98, que rendeu turnê e disco, mas que não foi adiante por problemas de agendas e conflitos entre empresários. Outras duas tentativas frustradas aconteceram em 2001 e 2006.
34:00 – Finalmente em 2011 a reunião acontece e dois anos depois sai 13, que soa arrastado e mostra uma banda envelhecida (ouça “Age of Reason”)
41:30 – Sharon Osbourne é a Yoko Ono do metal ou uma empresária genial? As grandes sacadas dela, como a Ozzfest, o reality show The Osbournes e seus métodos pouco ortodoxos em administrar os negócios e até a própria família.
47:00 – O episódio das pombas e a resistência de Ozzy às drogas.
50:00 – A turnê 13 pode ser a última oportunidade de ver a origem do heavy metal.
52:00 – Encerramento: “Fairies Wear Boots”

Links relacionados
Tungcast#073: Black Sabbath (vol.1) – 1969-1979
Iron Man, a autobiografia de Tony Iommi
Discos subestimados: Seventh Star
Eu Sou Ozzy, o diário do Madman
Tungcast#020: Ronnie James Dio

3 Responses to “Tungcast#074: Black Sabbath (vol.2) – 1980-2013”

  1. Weslley Machado disse:

    Muito bom, parabéns! Posso deixar minha sugestão? Tungcast Led Zeppelin.

  2. Caio disse:

    13 foi o album do ano, acho born again um album subestimado

Trackbacks/Pingbacks

  1. 20 – Isto é Spinal Tap | Alerta Geral - [...] Curiosidade – O episódio do Stonehenge, acima mencionado, foi inspirado nos bastidores da turnê do Black Sabbath, para o ...