Tungcast#073: Black Sabbath (vol.1) – 1969-1979

Cânone da música pesada e marco zero do heavy metal, o Black Sabbath escreveu seu nome na história da música e é o nosso destaque no especial gravado em dois volumes. Neste primeiro, debatemos a gênese da banda no final dos anos 60 até a saída de Ozzy em 1979.

 

Baixe em mp3 (48MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

00:00 – Abertura: “Sabbath Bloody Sabbath”
03:00 – Ozzy e Tony se conheceram na escola e cresceram dentro do contexto do pós-guerra, numa cidade cinzenta, depressiva e sem nenhuma perspectiva de futuro.
07:00 – Depois de Tony e Geezer verem um anúncio que um tal de “Ozzy Zig” colocou no mural, estava formada a banda Earth, numa derivação mais pesada do blues.
11:00 – Em 1969, Ian Anderson convida Tony Iommi para ser o guitarrista do Jethro Tull, que aceita. Insatisfeito, Iommi volta à sua banda de origem e impõe uma nova ética de trabalho ao já renomeado Black Sabbath (ouça trecho de “The Wizard”)
16:40 – O acidente de Tony Iommi numa fábrica aos 17 anos (onde esmagou a falange de dois dedos do meio da mão direita), a reaprendizagem ao tocar com próteses e a inspiração em Django Reinhardt.
21:00 – Conhecendo um pouco mais sobre o “trítono”, que a igreja proibia por acreditar que evocava o demônio e foi usado na música “Black Sabbath”, causando a fúria dos religiosos (ouça trecho)
27:30 – O salto dado entre o primeiro disco e Paranoid, o maior clássico da banda. Em Master of Reality (1971) eles definem o som clássico do Black Sabbath, enquanto que Vol.4 (1972) é o preferido do Ozzy. O bloqueio criativo de Tony Iommi nas gravações de Sabbath Bloody Sabbath (1973). Ouça trecho de “Into The Void”.
36:50 – O velho roteiro do rock n’ roll: drogas, fama, estafa e a roubalheira do empresário. Sabotage (1975) ainda traz boas músicas, mas as coisas começam a desandar em Technical Ecstasy (1976) e ficam insustentáveis depois de Never Say Die (1978). Ouça trecho de “Breakout”, a controversa faixa que fez Ozzy sair da banda.
45:00 – Encerramento: “Symptom of the Universe”

Links relacionados
Iron Man, a autobiografia de Tony Iommi
Top 5 melhores discos sucessores de hard/metal: Paranoid
Eu Sou Ozzy, o diário do Madman

7 Responses to “Tungcast#073: Black Sabbath (vol.1) – 1969-1979”

  1. PettyMinas disse:

    Putz! Clássico! Já tinha procurado por um pod de BlackSabbath ou de Ozzy e nunca encontrado ! Ouvindo, e baixando para compartilhar na rede da empresa !!

  2. murillo hott disse:

    Na verdade o primeiro nome da banda foi Polka Tuk, depois eles mudaram para Earth.

    Sou fã do site, parabéns!!!
    Abçs

    • Diogo Salles disse:

      Oi Murillo, confesso que fiquei na dúvida sobre a seriedade do “Polka Tuk”. Aquilo parecia mais uma bagunça entre amigos. Pelo que li a respeito e pelos relatos de Iommi e Ozzy, minha impressão é que eles só passam a “existir” como banda quando mudam para Earth. De qualquer maneira, foi só depois do episódio do Jethro Tull que a coisa ficou séria para valer.

      Valeu pela audição e pelo comentário!
      abs
      Diogo

  3. R N disse:

    Muito bom. Ótimo podcast que já estava procurando há bastante tempo. Se puderem, façam podcasts sobre gêneros também. Parabéns pelo trabalho!

    • Diogo Salles disse:

      Obrigado, Rafael

      O segundo volume sai agora, dia 25!

      Sobre podcasts de gêneros, talvez funcionaria melhor com gêneros mais definidos, como “grunge” ou “glam”. Sugestão anotada.

      abs
      Diogo

  4. Gustavo Sampaio disse:

    Acho legal que vocês tem melhorado a cada podcast…Show de bola!
    No aguardo do Tungcast Engenheiros do Hawaii #brinks