Tungcast#069: One Hit Wonders (vol.2) – anos 90 e Brasil

1hit_90_brasil

 

Baixe em mp3 (32MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

Abertura: “Over My Shoulder”, de Mike & The Mechanics (1995)

ANOS 90
Dee Lite – “Groove Is In the Heart” (1991): Música/clipes-símbolo da chegada da MTV no Brasil. Único grande hit da banda, que definhou e acabou em 1996.
Counting Crows – “Mr Jones” (1993): É daquelas “college songs” de uma temporada. Banda forte nos EUA, teve um sucesso recente, “Accidentally in Love”, trilha do Shrek.
The Presidents Of USA – “Peaches” (1995): Mais uma banda do mid-90s que fica entre o pop e o alternativo, entre a seriedade e a piada. Sumiu, mas mantém carreira até hoje.
The Cardigans – “Lovefool (Say That You Love Me)” (1996): Banda sueca, é a cara do cenário “mid-90s”, meio deprê, meio pop, meio alternativo. Música do tipo fofinha e inofensiva.
New Radicals – “You Get What You Give” (1998): Hit-asco, mensagem de autoajuda e clipe escroto, com o vocalista (um Moby genérico) cantando para adolescentes num shopping.

BRASIL
Baba Cósmica – “Sábado de Sol” (1995): Música ridícula, de moleques de colégio, que pegou o vácuo dos Mamonas Assassinas. O baterista era Rafael Ramos, hoje produtor da Deckdisc.
Os Virgulóides – “Bagulho no Bumba” (1997): Veio no embalo dos Raimundos, de misturar música brasileira, rock e humor. Apareceu tão rápido quanto sumiu. Voltou em 2012.
Los Hermanos – “Anna Julia” (1999): Depois do estouro de “Anna Julia”, o Los Hermanos melhorou musicalmente e virou uma banda underground, se mantendo por sua base de fãs.

Ouça também:
Tungcast#068: One Hit Wonders (vol.1) – anos 70 e 80

21 Responses to “Tungcast#069: One Hit Wonders (vol.2) – anos 90 e Brasil”

  1. O problema dos Hermanos é a barba, depois que eles começaram a usar, os Xiitas se identificaram(se é que vcs me entendem)
    Vale lembrar dos anos 80 no Brasil, Biafra, Kiko Zambianchi com a ótima versão de Hey Jude, Ritchie, e que esses hits sempre estavam ligados com trilha de novela.

    • Diogo Salles disse:

      Gustavo, quando pensamos nesses One Hit Wonders brazucas, ficamos na dúvida se entrariam nesse especial ou no das piores músicas de todos os tempos.. :D

      abs

  2. Burn disse:

    Ótimo post! Sou músico e fã do Tungcast. Já ouvi todos e estou sempre no aguardo dos novos! Continuem em frente com este belo trabalho.

    Abraços

  3. Rodrigo Annes disse:

    Amigos, belo programa. Apesar de gostar mais das músicas e das bandas das décadas de 60/70/80, a minha geração – como a de vocês – é a dos anos 90.
    Ouvindo o podcast, lembrei do tempo em que era possível passar horas sentado no sofá só assistindo clipes. Bons tempos que não voltam mais.
    A título de contribuição, escolhi três músicas que rodaram bem no Top 20 Brasil e que eu gosto, ainda hoje.

    1. One Headlight – The Wallflowers (Bringing Down The Horse – 1996)
    2 – Closing Time – Semisonic (Feeling Strangely Fine – 1998)
    3. Tropicália – Tantra (Eles não eram nada – 1996)

    • Rafael Fernandes disse:

      Rodrigo, obrigado pela audição e comentário.

      Desenterrou o Tantra!! Não lembrava de nome, mas lembrei quando vi o clipe. Entra no flerte de bandas de rock nacional com ritmos mais “roots”.

      Boa lembrança do Wallflowers. E o Semisonic tocou muito também, e é um “One Hit Wonder” clássico. Acho que essas 2 músicas têm um “clima” bem anos 90.

      Abs,

      Rafael Fernandes

  4. Francisco Ramos disse:

    Olá. Conheci o cast a pouco tempo e confesso que cheguei a classifica-los mal, mas depois de alguns eps percebi que não era tanto, e o que me deixava puto era a parcialidade de vcs, a final de contas o podcast não é jornalistico.

    Muito da minha birra se dá pelos “muito ruins” que vocês geralmente classificam mas nunca levam em conta algumas coisas como por exemplo quem é o target ou se a banda está querendo se levar a sério.

    Por exemplo, a banda do clipe no shopping com a camiseta de mickey do avesso…. Está bem claro quem é o target deles e , por conta de não ser para nosso gosto, nunca parecerá algo relevante. Isso vale para muitas bandas de hoje direcionado para as molecada.

    Bagulho no bumba e aquela banda do ex vj da mtv, na minha opinião, nunca quis ser levado a sério, aliás era o que mais tinha nos anos 90 era bandas assim, umas até muito queridas como o Real Big Fish, Tianastacia (pqp) e afins.

    Por outro lado, achei genial colocar o LH como 1Hit, gosto muito de Los Hermanos e dos trabalhos solos do Marcelo Camelo e confesso que quando começaram a falar eu já me armei mas concordo plenamente com TUDO o que foi dito e acho que a decisão foi acertiva, mas isso é outra história …

    Obrigado pelo trabalho de vcs e podem me considerar como mais um novo ouvinte chato

    PS: A mais 1hit dos anos 90 pra mim é a
    crash test dummies – mmm mmm mmm mmm e aquela m´suica do Extreme que todo mundo que começa a aprender violão toca ela, se não me engano chama-se More than wordss

    • Diogo Salles disse:

      Olá, Francisco

      Não há problema nenhum em discordar de nós. Inclusive nós estimulamos a discordância no Tungcast, porque todas as discussões no Brasil (não só relativas à música) acabam em troca de ofensas e nós queremos mostrar que pode-se discordar e discutir em bons termos, sem partir para a ofensa.

      Bom, sobre nossas críticas parciais, são opiniões, mas o que nós sempre atacamos são os baixos artifícios usados por alguns artistas para conquistar um público a qualquer custo. Não há problema nenhuma em definir um target e ir atrás dele, mas há maneiras e maneiras de se fazer isso, certo? Outro alvo de nossas críticas são os que ficam posando de fodões, quando sabemos que são apenas um idiotas pretensiosos. Mas, enfim, críticas – elas devem existir.

      Sobre o Los Hermanos, todo o crédito vai para o Rafael Fernandes, que teve uma grande percepção no contexto todo.

      Obrigado pela audição, pelo comentário e – por que não? – pela discordância! :D
      abs
      Diogo

  5. Rodrigo disse:

    Eu diria que o Cardigans é um “two hit wonder”, porque “My Favourite Game” tambem fez um grande sucesso na MTV. Gostei bastante do podcast, esses dois últimos sobre os one hit wonders foram bem interessantes. Entretanto, listas são sempre complicadas, acabamos esquecendo alguns que poderiam estar na lista. Alguns one hit wonders dos anos 90 que me lembro agora:
    Urge Overkill – Girl You’ll Be A Woman Soon
    Blind Melon – No Rain
    Sublime – Santeria

    • Diogo Salles disse:

      Oi, Rodrigo,

      Boas lembranças. Como foi dito anteriormente, fizemos escolhas. A lista é enorme em todas as categorias que colocamos nesse especial.

      Obrigado pelas audições

      abs
      Diogo

  6. Thiago Chaves disse:

    Fala, pessoal. Muito legal esses dois episódios one-hit wonders!

    Mas vou começar discordando de uma banda citada no episódio passado. Eu não considero a banda Focus como one-hit, além da Hocus Pocus, eu diria que eles tiveram um outro sucesso, a música House Of The King. Portanto, eu os classificaria como two-hits wonders, assim como o Survivor. hehe

    Lembrei de uma aqui que pode se encaixar. É o hit “Bad To The Bone”, feito por George Thorogood e sua banda The Delaware Destroyers. Até pesquisei aqui, mas não encontrei outro grande hit deles.

    É isso. Aguardando o próximo podcast!
    Abraço.

  7. Danilo disse:

    Nossa, que podcast divertido! Parabéns pelo trabalho, continuarei ouvindo se vocês continuarem assim!

  8. Rafael Fernandes disse:

    Obrigado, Danilo, volte sempre!

    Abs,

    Rafael Fernandes

  9. André Muliguel disse:

    Creio que uma que também possa entrar nessa categoria, seja “Song 2″ do Blur

    • Diogo Salles disse:

      André, essa música pode ser um hit dos anos 90, mas acho que o Blur emplacou vários outros singles, além desse.

      De cabeça aqui, cito “Girls & Boys” e “There’s No Other Way”, mas teve muito mais.

      Lembro também que durante esse tempo, muitos consideravam o Blur “rival” do Oasis.

      abs
      Diogo

      • Rafael Fernandes disse:

        Eu vou interferir aqui, Diogo…rs Concordo com o André: pela nossa proposta, o Blur pode ser considerada One Hit Wonder, sim. Nenhuma outra música deles alcançou o impacto e sucesso de “Song 2″.

        Abs,

        Rafael Fernandes

      • Diogo Salles disse:

        Sem problema, é só uma visão diferente, assim como, no ar, discordamos a respeito do Smash Mouth.. ;)

        abs
        Diogo

      • paulo disse:

        Eu to com o Diogo. Boys and Girls já tinha estourado nas rádios de SP antes de song 2. Rivalizava com spin doctors two princes.

  10. Gabriel disse:

    Vocês restrigiram o estilo musical para estas listas? Não percebi nada pop/dance.

  11. Gabriel disse:

    Maroon5 é muito bom. Vocês precisam adotar uma postura menos hipister!

  12. Diogo Salles disse:

    Caro Gabriel,

    1) Os One Hit Wonders pop/dance estão listados neste post: http://www.geekmusical.com.br/index.php/2012/05/02/tungcast053-as-piores-musicas-de-todos-os-tempos/

    2) Maroon5 é o New Radicals dos anos 00. Tão bobo e superficial quanto.

    abs
    Diogo

  13. paulo disse:

    faltou o fast ball com the way, deadeye dick com new age girl, savage garden…e talvez até will smith que arriscou um disco na época. Agora los hermanos melhorar foi forçar demais a barra do relativismo (usando ana julia como referência).