Tungcast#053: As piores músicas de todos os tempos

piores_musicas

 

Baixe em mp3 (37MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

00:00 – Apresentação: revirando bueiros, esgotos e galerias da música, começamos com Scatman John
02:30 – Por que o ser humano tem a tendência a gostar de clichês? Letras pueris, refrões infantis, melodias simplórias… (trecho de “Ai Se Eu Te Pego”, de Michel Teló)
05:20 – Black Eyed Peas: o “bunda music” dos gringos (trecho de “My Humps“)
09:20 – Músicas e bandas ruins que são levadas a sério (trecho de “Dancing Queen”, do ABBA)
12:00 – Lady Gaga: uma mistura de lixo pop com embalagem pseudo-artística e visual excessivo (ouça trecho e veja o clipe de “Telephone”)
14:30 – Os “One Hit Wonders”, as músicas que foram moda e que hoje as pessoas têm vergonha de terem ouvido/dançado: Right Said Fred (trecho de “I’m Too Sexy”), Aqua (trecho de “Barbie Girl”), Haddaway (trecho de “What Is Love”) e Double You (trecho de “Please Don’t Go”)
24:30 – Quando a idiotice coletiva dança junto o “hit do verão”, isso ameniza a idiotice individual? E se você se recusar a dançar junto com a galera, sofrerá “bullying musical”?
28:30 – O desespero de ter que aguentar “Whisky a Gogo”, do Roupa Nova, ou “YMCA” em festas de casamento. A alegria embalada para consumo: há uma confusão entre o conceito de “diversão” e da falta do ridículo?
31:40 – Quem aguenta as “divas” da música e suas masturbações vocais? (trecho de “I Will Always Love You”, da finada Whitney Houston)
35:30 – Sim, nós somos chatos, mas será que as pessoas não exageram com seus falsos conceitos de “felicidade”?
37:20 – Encerramento com “My Heart Will Go On”, na voz de Celine Dion, a girafa do pop

Não deixe de ler
Os piores músicos da década 2000-2009, por Rafael Fernandes

27 Responses to “Tungcast#053: As piores músicas de todos os tempos”

  1. Helisandro disse:

    Fala Diogo e Rafael.

    Realmente vocês desenterram cada tranqueira que te contar hein, hehehe.

    Acho que esse tema pode ser discutido novamente, sendo que vocês esqueceram de falar daquela praga que foi o Jordy, tinham de prender o pai que permitiu uma coisa dessa ser concebida (estou falando da música e não da criança).

    Outra coisa grotesca é aquela música “Short Dick Man”, uma das mais insuportáveis de todos os tempos. Que só podia aparecer claro, no programa da Xuxa.

    Olha que bizarro:
    http://www.youtube.com/watch?v=FmKBQLWisOQ

    Aliás o programa da Xuxa é uma fossa que condensa tudo que tem de mais podre em relação á música.

    Abraço pessoal. Agora preciso limpar essa poluição sonora que vocês me fizeram lembrar hehehe.

    • Diogo Salles disse:

      Caro Helisandro,

      Desculpe-nos por tê-lo feito sofrer tanto. Sobre os dejetos que você desenterrou, são todos congêneres dos que nós debatemos e fazem parte do mesmo esgoto. A diferença é que o programa da Xuxa vem de outra tubulação… :P

      E vamos seguindo com o nosso programa de desintoxicação sonora!

      abs
      Diogo

  2. Marco Alves disse:

    hahaha Legal o tema. Cast promete ser bem-humorado. Vo encarar a “tortura” e depois comento o que achei.

    • admin disse:

      É, meu caro Marco…

      Esse programa não é para os fracos, devido aos altos níveis de radiação… :)

      Aguardamos seu veredito!
      abs
      Diogo

  3. Bruno do Amaral disse:

    Hahha, o Will I Am ser o Cumpadi Washington é muito verdade, haha. Sensacional este episódio do podcast. :)

    E uma coisa boa do Right Said Fred: riff/solo do meio da música é uma citação a Jimi Hendrix. Não faço ideia pq, mas na época achei aquilo legal. :P

    E esses dances dos anos 90 me lembram de uma época ótima, na qual eu era adolescente, não pegava ninguém e ainda tinha que ouvir essas coisas em todas as baladas nas quais eu poderia entrar.

    Mas nada disso tudo supera isso: http://www.youtube.com/watch?v=yzQ8IgfD5Tk

  4. Minea Nunes disse:

    “Os “One Hit Wonders”, as músicas que foram moda e que hoje as pessoas têm vergonha de terem ouvido/dançado: Right Said Fred (trecho de “I’m Too Sexy”), Aqua (trecho de “Barbie Girl”), Haddaway (trecho de “What Is Love”) e Double You (trecho de “Please Don’t Go”)”

    Podem me julgar, eu gosto do Aqua! (Parece música de algum jogo fofinho)
    UHAUHISHUAHUSUAUSUIUHAU

    E essas músicas tocam bem em festas-trash! ;D
    Ou seja, virou um lixo bom. (WTF?!)

    Quem assistiu A Night At The Roxbury não esquece What is Love? É muito escroto! xD
    Pra mim é completa nostalgia.

    A diversão é muito subjetiva, esse lance do bullying musical realmente acontece, já fui vítima disso, hein…

    Ai, gente, podem ser chatos, mas os assuntos são pertinentes! ^^
    É como eu digo, goste do que quiser, a amizade é a mesma, cada 1 com seu gosto (ou agonia).

    • Diogo Salles disse:

      Bruno, como dissemos no programa, cada um julga a música da maneira que quiser. Não entendi esse lance do Hendrix com o Right Said Fred. Pra mim, são mundos diametralmente opostos. Ah, esse link que você passou não pode nem ser considerado música…

      Minea, nós, do Tungcast sentimos muito por você gostar do Aqua… hehehehe. Você pode ter achado que era um joguinho fofinho, mas teve gente que levou aquilo a sério. Já o What Is Love teve o destino que mereceu: virou paródia, de tão ruim… :)

      De qualquer maneira, esse tipo de som é a nossa agonia aqui no Tungcast.

      abs a todos
      Diogo

  5. Bruno do Amaral disse:

    Diogo, a história do Hendrix com o Right Said Fred é que o “solo” que tem na música “I’m Too Sexy” é, na verdade, tirado de um trecho da música “Third Stone from the Sun”, do “Are You Experienced?”.

    E sim, claro que a música do RSF é horrorosa, haha.

  6. Rodrigo disse:

    Sensacional esse tungcast hahahaha.tem que ser forte pra aguentar tanto lixo junto, e vcs conseguiram reunir uma “ótima” coletânea dos maiores lixos musicais de todos os tempos. mto boa a comparação do will i am com o cumpadi washington, ri bastante. Parabens Diogo e Rafael, sou um geek musical como vcs e agradeço pelos podcasts que são sempre sensacionais. ps: quando vai rolar um podcast do van halen? rs

    • Diogo Salles disse:

      Rodrigo, você chegou na hora certa: o tão aguardado (e adiado) Tungcast Van Halen é o nosso próximo post.

      Obrigado pela audição e até a próxima!

      abs
      Diogo

  7. Gabriel disse:

    Olá Rafael e Diogo, tudo bem? Sou eu, o único fã de Living Colour no Brasil (hehe, brincadeira). Muito bom esse podcast, ótima coletânea de m… hehehe. Tô com o Rafael, odeio Celine Dion e Titanic de todo o coração. Vocês acreditam que fui ver essa obra cinematográfica em uma excursão de escola??? Uma professora levou a nossa turma pra ver esse filme no cinema. Enfim, ótimo programa. Um pedido de programa: alguma chance de rolar o Tungcast Stevie Wonder, esse sim, um gênio da música pop? Abs!

  8. JIMI MENESES disse:

    Concordo com absolutamente todo o set de músicas que vocês colocaram no podcast. Como moro no nordeste, aqui o lixo chama-se forró eletrônico, que tem como referência estética o glam 80 na sua pior fase…

  9. Rafael Fernandes disse:

    Fala, Gabriel, lembro de você, sim. hehe Que bom que não estou sozinho no meu ódio à Celine Dion. rs Fiquei comovido com sua história da excursão, deve ter sido traumático. :P Tungcast Stevie Wonder, ótima sugestão, vamos tentar fazer.

    JIMI, só de ler “forró eletrônico, que tem como referência estética o glam 80 na sua pior fase…” já me deu enjoo. Meus pêsames!

    Edson, você lembrou bem desse embuste chamado Seu Jorge. Ele está na nossa mira. Música ruim não falta, podemos fazer mil programas desses. Anotamos a sugestão, obrigado.

    Abs a todos,

    Rafael Fernandes

  10. Edson disse:

    Olá senti falta no podcast falarem sobre o cd do Seu jorge onde ele regrava um cd inteiro com musicas do david bowie e um cd em que ele regrava uma musica do kraftwerk no cd almaz do Seu jorge , as musicas ficaram tristes de se ouvir ,
    seria legal uma entrevista com o marcelo nova ele tem muito a dizer sobre o assunto ele foi radialista antes de ser musico , até mais !!

  11. Rafael Fernandes disse:

    Renato, realmente, em muitos casos não há como fugir. Essas músicas aparecem em todos os lugares, são pragas!

    @darioss – Tem tanta coisa ruim que não dá pra colocar tudo – ninguém ia aguentar! rs Sobre as cantoras, vai chegar a hora de falarmos sobre os artistas superestimados.

    Abs,

    Rafael Fernandes

  12. Renato disse:

    Confesso que nosso passado nos condena, é tudo questão de educação e tradução… e aí, depois de velhos demos conta, de que, o quanto tem merda … dei conta que as músicas apresentadas aqui , nuca me simpatizei nem de ouvir uma vez, mas me diga… como fugir?

  13. @darioss disse:

    Muito bom esse tungcast. Faltou falar de algumas coisas sofríveis como Spice Girls, Backstreet Boys, NSYNC e Britney Spears.

    Além disso eu gostaria de saber a posição de vocês sobre o endeusamento das cantoras “Amy Winehouse” e “Adele”. Essa última principalmente.

  14. Gustavo sampaio disse:

    O pior é que quem investe alto em som automotivo só gosta desse tipo de música, uma praga de uns anos atrás aqui em Curitiba foi o tal de pa-panamericano que se escutava a cada carro de “piá” que passava em minha rua….bom também sou muito chato quanto a música, mas acho que o que me incomoda mais são letras que parecem que são colocadas frases em tirinhas de papel e colocadas num misturador e sorteadas para ficar tipo: “o seu sorriso é meu paraíso” “Nosso caso vai se eternizar” “i love you just the way you are” coisas do gênero.

    • Diogo Salles disse:

      Gustavo, bem lembrado.

      Tenho certeza de que os boyzinhos com seus sons automotivos contribuem bastante para a disseminação do lixo sonoro nas ruas.

      Quanto as rimas, bom, é o caso em que a mediocridade do “músico” encontra a mediocridade do público… rs

      abs

  15. Thiago Chaves disse:

    Concordo com absolutamente tudo.

    Não sou religioso, mas digo AMÉM! hehe

  16. Thiago Chaves disse:

    Excelente podcast, não pelas músicas, é claro.

    Faço as palavras de vocês, as minhas. Mas gostaria de acresentar que, infelizmente, quaisquer das músicas citadas não se comparam em escrotidão as músicas com que funkeiros (filhosdaputa) saem ouvindo, com seus sons altíssimos, seja no ônibus, ou seja com os seus carros roubados.

    E é como disseram ai nos comentários, nunca vi esses infelizes passarem tocando um bom rock. Ou pelo menos alguma música aceitável, que não agrida os ouvidos.

  17. Marco Alves disse:

    hahahaha Ficou legal demais esse cast. Destaque p/ o “pití” do Rafael ao falar de Celine Dion e o ódio do Diogo por Abba. Acho que a vibe de certas músicas lixo (como “Eu Quero Tchu Eu Quero Tcha” e “Ai Se Eu Te Pego” acabam persuadindo as pessoas com cabeça mais fraca musicalmente por causa da emplogação delas. Confesso que cheguei a gostar de Dance Music mas hoje me envergonho por isso hahahaha! Só de ouvir “Whisky a gogo” bateu uma deprê aqui, música nojenta! Abs.

  18. Rafael Fernandes disse:

    Fala, Marco, obrigado pelo comentário.

    Você tem que me perdoar pelo piti, mas era a Celine Dion, oras! rs

    Você gostou de Dance Music, mas se livrou do vício a tempo! rs

    Abs,

    Rafael Fernandes

  19. Alexandre disse:

    Mostrei pro meu amigo e ele ficou totalmente indignado, mas ele até aceitou, não sei se por brincadeira ou de verdade, mas ele riu muito também, foi uma boa experiência de pontos de vista diferentes. Obrigado pelo podcast, guardado com carinho até : ).

  20. Rafael Fernandes disse:

    Alexandre, valeu pela audição e comentário. Demos nossa opinião sincera, mas tb teve uma grande dose de divertimento.

    Abs,

    Rafael