Tungcast#049: Alice In Chains

aliceinchains

 

Baixe em mp3 (52MB) – clique com o botão direito e escolha “salvar como”

00:00 – Apresentação: Filipe Campoi retorna ao Tungcast, ao som de “We Die Young”
01:30 –  Afinal, o Alice In Chains é ou não é uma banda grunge? Jerry Cantrell a considera mais metal. Todas as bandas consideradas grunge seguiram um caminho diferente, apesar de integrarem o mesma cena de Seattle.
08:00 – Puxado pelo selo mainstream, o selo Subpop abrigou todas as bandas de Seattle. O documentário Hype mostra como o underground virou mainstream.
11:00 – O disco Dirt é o onde o AIC deixou a sua marca, se distanciando um pouco do metálico Facelift. É durante a turnê de Dirt que o baixista Mike Strarr sai da banda para a entrada de Mike Inez, que tocava com Ozzy (ouça trecho de “Rooster”)
16:20 – Depois da turnê, a banda se tranca em estúdio para gravar o EP Jar of Flies, que mostra uma outra face da banda, com atmosfera acústica (trecho de “Rotten Apple”)
23:30 – Após Layne Staley gravar um disco com o Mad Season, veio o autointitulado Alice In Chains, onde o isolamento e o vício do vocalista eram visíveis.
28:00 – O Acústico MTV em 1996 foi uma espécie de despedida de Layne Staley do público, para depois definhar até a morte em 2002.
33:00 – A banda é do Jerry Cantrell? A parceria com Layne foi crucial para o Alice In Chains encontrar sua personalidade, mas Jerry sempre foi o dono da banda.
38:00 – Sobre o show no SWU em 2011: a crítica ficou dividida, especialmente em relação ao novo vocalista William DuVall, mas ele provou que canta bem e se encaixou perfeitamente na banda (trecho de “A Little Bitter”, trilha do filme Last Action Hero)
47:30 – A morte recente do baixista Mike Starr, que pouco antes tinha participado do reality show “Celebrity Rehab“, mostra como a depressão e a culpa pela morte do Layne o assombrava.
50:30 – Sobre o álbum Black Gives Way To Blue: forte, pesado e bem trabalhado, que não fica nada a dever para os discos feitos anteriormente.
52:30 – Encerramento: “A Looking In View”

7 Responses to “Tungcast#049: Alice In Chains”

  1. Anny disse:

    Pronto! Agora vou ficar cantando o dia todo. : ) HA!

  2. Bruno do Amaral disse:

    Caras, o Nirvana era muito diferente desse resto aí. Se tirar ela, dá para estabelecer sim o grunge como estilo, do Pearl Jam ao Soundgarden, passando aí pelo Alice in Chains. Sei lá, para mim é tipo o filme Singles – aquilo é o grunge para mim.

    Sobre o AIC em si, para mim o Acústico foi o melhor de todos da MTV, com sobras. Muito melhor do que o do Nirvana, inclusive, e o Pearl Jam (que foi bem fraquinho, na minha opinião). Achei os arranjos para violões muito mais elegantes e bem acabados.

    Ah, e concordo: o Mike Inez é um puta baixista, o timbre dele é algo de outro mundo. :)

  3. Minea Nunes disse:

    Fazia tempo que não ouvia Alice in Chains, boas lembranças!

    • Diogo Salles disse:

      Minea, que bom que eles voltaram, não? Além dessas boas lembranças, trouxeram coisas novas e muito boas!

      Bruno, o Nirvana se tornou o símbolo do grunge. Não tem como tirar isso deles. Já sobre qualidade musical, a história é outra – e, pra mim, o AIC supera todas as outras nesse quesito.

      abraços
      Diogo

  4. Cyrille disse:

    Fala Galera,

    Descobri o blog/podcasts de vocês muito recentemente e ainda estou descobrindo os podcasts. Tive que começar mesmo por este do AIC que é realmente umas das minhas bandas favoritas. Por ter 33 anos me considero muito influenciado pelo rock de Seattle dos anos 90 mesmo se ja escutava rock antes de toda aquela explosão. Sempre fui rockeiro e participei um pouco do cenario underground do rock carioca mas no final dos anos 90. Entrava assim em contato com rockeiros de diferentes gerações e assim havia sempre bastante divergências musicais mas a unica banda que todo mundo gostava muito era AIC!!!! Grande Abraço a todos e parabéns pelo porgrama.

    Cyrille

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tungcast#060: Videocast - memorabilia- Tungcast - O podcast que debate música em nível geek - [...] | Rush | Guns N’ Roses | AC/DC | Discos de 91 | Discos de 92 Chickenfoot | Faith ...